Dicas de fotografia para miniaturas

Existe material sobre fotografia de miniaturas e esculturas pela internet. A maioria do conteúdo está em inglês e por vezes não está completo, ou é de difícil compreensão, especialmente por quem tem pouco ou nenhum conhecimento de fotografia, por isso resolvi escrever aqui, é um assunto que me agrada e que pode ajudar muitos.  

Fotografia é a forma que descobrimos de captar a luz e fazer com que um momento do tempo fique congelado. Então temos que ter uma fonte de luz e uma maneira de capta-la.

Hoje em dia é comum termos em nossos bolsos um aparelho capaz de fazer isso, porém, por sua característica de mobilidade eles são, geralmente, limitados.
Muitos em quantidade de luz necessária e na distância a que se propõem a ter suas fotos.
Celulares tem lentes grande angulares, que são excelentes para fotografar cenários e paisagens, mas criam uma bela de uma distorção quando fotografamos algo de muito perto. Essa publicação é pensando em fotografias com o celular, mas as mesmas ideias se aplicam a outras câmeras.

Existem 3 pontos importantes a se cuidar quando se está fotografando, especialmente peças pequenas.

  • Luz
  • Distância
  • Ângulo

LUZ

Quanto mais luz, melhor, assim os sensores de nossas câmeras e celulares irão trabalhar com uma sensibilidade menor. Isso resulta em fotos mais limpas, sem ruídos. Não irei entrar em detalhes, como temperatura de luz, mas saiba que elas existem e podem fazer muita diferença no resultado final, até estragando as cores de uma peça.

A montagem ideal de iluminação tenta minimizar sombras, fazendo com que a peça possa ser visualizada de maneira mais adequada. Para isso pode-se montar um local para a foto com duas luminárias simples e um fundo liso (preto ou branco são mais indicados). Para evitar a luz direta, folhas de papel sulfite atendem perfeitamente à necessidade. Ah, evite ter outras fontes de luz, como janelas ou a própria luz do ambiente. Lembre que ela será emitida de forma direta e, a princípio, não queremos ela aqui.

tut_set_lights

Distância

A distância na qual tiramos as fotos é importante, pois as lentes dos aparelhos que iremos utilizar costumam deformar a imagem em certo ponto. No caso das lentes usadas na maioria dos celulares, grandes angulares, elas criam uma deformação indesejada ao fotografarmos muito de perto.


Essa foto foi tirada com um celular, a mais ou menos 20 cm de distância do mesmo.

Repare como o fundo está arredondado, e o miolo da flor amarela ali em cima está quase desaparecendo.

Fiz alinhando o topo da xícara, para ter uma referência igual na próxima foto.

Já esta segunda foto, foi tirada a pelo menos 1 metro de distância. Veja como ela parece estar mais adequada, inclusive a flor parece mais nítida.

A única edição feita nesse caso, foi cortar ela para que tivesse o tamanho aproximado da foto anterior.

O ângulo das duas fotos é o mesmo, só afastei o celular para tirar a segunda foto.

Se fosse um rosto, parte das orelhas, ou sua totalidade, poderiam ser encobertos na primeira foto, por conta dessa diferença.

Ângulo

Aqui mora uma das maiores causas de distorção nas imagens de escultores e pintores de miniaturas. Por conta da mesma distorção que as lentes causam na distância, quando adicionamos um ângulo ao tirar a foto, a deformação pode gerar coisas bem estranhas.

  Veja aqui como o ângulo sozinho já cria uma distorção, fazendo com que a boca da xícara fique bem maior do que é na verdade, e criando a sensação que ela tem um formato cônico.

Imagine isso em uma figura humana, ela ficará com um cabeção, um torso maior do que as pernas, enfim, não é o que desejamos.

Então, tendo isso em mente, vamos ao resumo para programar uma fotografia mais próxima do ideal:

  1. Crie uma montagem para iluminar a peça de forma que as sombras fiquem suaves, use folhas de sulfite para amenizar a iluminação direta.
  2. Mantenha a peça a mais de 50cm da câmera. Se a peça for muito pequena, recorte a foto na edição, pois aproximar a câmera em peças pequenas causa ainda mais distorção do que em peças maiores.
  3. Centralize a lente com o centro da peça a ser fotografada.
  4. Procure usar um tripé, isso garante a estabilidade na foto e o posicionamento mais adequado da câmera.
  5. Sempre que possível use o temporizador para tirar a foto, pois isso faz com que uma possível vibração no momento da fotografia seja eliminada. Já tive que refazer fotos porque na hora de apertar o botão a câmera tremeu.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

Site hospedado por WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: